Cabelo Bombril – Polêmica Dayane Nascimento e a Minha Experiência com o Racismo

Olá pretinhas lindas!!

Imagino que este vídeo já deu muito o que falar, e depois de muito procurar para saber do que realmente estavam falando consegui localizar e estou aqui compartilhando-o com vocês.

Vídeo ao final da pagina.

A minha intenção aqui, não é difamar ninguém, pregar o ódio contra a pessoa, mas expor aquilo que muita gente pensa sobre os cabelos crespos e não tem a coragem de falar.

Nosso país, um país tão miscigenado, de tantos credos e raças, culturas, passa por momentos de aumento de conscientização e ao mesmo tempo, sinto que estamos vivendo em retrocesso.

Quem me conhece, sabe que este tipo de assunto não é o dos meus preferidos, mas através dele, eu gostaria de compartilhar algo que uma vez aconteceu comigo quando eu era pequena.

A Minha História com o Racismo!

Quando eu era pequena, minha mãe costumava fazer trancinhas em meus cabelos, 2 tranças, 4 tranças, até 8 trancinhas em meus cabelos. Trancinhas embutidas.

O que hoje é empoderamento, naquela época era motivo de piadas na escola. Eu naquela época tinha 8/9/10 anos e eu perdi as contas de quantas vezes, na escola me chamaram de cabelo ninho de rato, cabelo bombril, pinchaim, nega cabelo duro, nega maluca e outros nomes que as crianças naquela época costumavam falar (principalmente para aqueles de etnia negra).

Dei graças a Deus o dia em que minha mãe começou a me libertar das tranças e comecei a usar relaxamentos e tratamentos para meu cabelo.

A diferença daquela época para hoje é que as ofensas eram de boca a boca e hoje tomaram a extensão da internet, onde as coisas se propagam com uma velocidade astronômica.

Uma das pessoas que chegou a me dirigir estes comentários maldosos, depois de crescidos e terminado a época do ensino médio, após um encontro na rua por acaso, casual, veio ate mim, pedir-me desculpas do que tinha falado e pasmem ele próprio havia começado a usar tranças (daquele estilo mesmo que eu usava… gente isso é serio rsrsrs) minha ética não permite dar nome aos bois, mas meus amigos  se eu falar quem era com certa saberão quem é…

No encontro, me disse que o estilo era super legal, que foi um tolo por ter pensado aquilo de mim e me pediu sinceras desculpas. E eu aceitei, porque percebi nele uma mudança de consciência, o que pelo estilo dele próprio que usava as tais tranças que ele assim como outros garotos debochavam agora fazia parte do estilo dele, realmente me pareceu muito verdadeiro.

O que eu quero dizer com este relato é que as pessoas precisam mudar a sua forma de pensar. Já ouvi de próprios negros acharem os cabelos Black Power ridículos. E eu acho que estilo é algo individual que faz parte da personalidade de cada um.

Então não julgue, não faça comentários horríveis como este mostrado no vídeo, não propague mais aquilo que já é tão latente no nosso país.

Mesmo que seja com relação a você!!

Pessoas que como ela, ou eu que falam para pessoas, sendo em pequena ou grande quantidade, temos uma responsabilidade nas mãos, ajudamos a formar opinião, ainda que seja sobre coisas que muitos consideram fúteis como autoestima.

Vamos semear mais amor, auto estima, não importa se você é gorda, magra, tem cabelo liso, cabelo cacheado, crespo, a beleza é algo que vem de dentro, e por pessoas que pensam assim como ela demonstrou neste vídeo não deve ligar muito para isso, pena!!

Espero que um dia tomem consciência verdadeira e se arrependam do mal que fizeram indiretamente ou diretamente, assim como um colega de escola que mesmo após tanto tempo havia percebido o erro que outrora cometeu.

Muita gente se viu ofendida pelo comentário e eu lembrei deste fato compartilhado com vocês.

Mais amor e respeito gente!!

Beijos da Cris.

Ansiedade – Causas e sintomas e tratamento

O que é Ansiedade?

ansiedade é uma emoção normal do ser humano, comum ao se enfrentar algum problema no trabalho, antes de uma prova ou diante de decisões difíceis do dia a dia. No entanto, a ansiedade excessiva pode se tornar uma doença, ou melhor, um distúrbio de ansiedade.

Pessoas que sofrem de distúrbios de ansiedade sentem uma preocupação e medoextremos em situações simples da rotina, além de alguns sintomas físicos, o que atrapalha suas atividades cotidianas, já que eles são difíceis de controlar.

Por sorte, os distúrbios de ansiedade podem ser tratados. Vamos falar melhor sobre eles: os tipos, causas, sintomas, diagnóstico, tratamentos e formas de conviver melhor com o problema a seguir:

Relação entre medo e ansiedade

A ansiedade é algo muito próximo da preocupação. E preocupação nada mais é do que um aspecto do medo, um temor de que as coisas não saiam como nós gostaríamos. Todos esses componentes são necessários para a nossa evolução e sobrevivência; o que não pode ocorrer é um exagero de qualquer um deles.

O tempo prolongado de ansiedade (a chamada ansiedade crônica) aumenta o nível de tensão e o estresse interno e pode levar ao surgimento do medo específico ou até mesmo irreal.

Instinto básico de fugir ou lutar

A ansiedade é, basicamente, uma resposta do corpo vinda do sistema nervoso autônomo, que age independente do nosso pensamento racional, como um reflexo.

Ele tem a porção simpática, que tem reações de resposta ao estresse, preparando o corpo para fugir ou lutar em uma situação de perigo.

Isso ocorre com a liberação de adrenalina, que causa reações como:

  • Acelerar os batimentos cardíacos e contrair os vasos sanguíneos, para levar o sangue mais rapidamente
  • Dilatar os brônquios, para aumentar a respiração e o consumo de oxigênio
  • Diminuir a motilidade do intestino, para guardar energia para outras ações
  • Dilatar as pupilas, para melhorar a visão mesmo em pouca luz
  • Aumentar a liberação da glicose no sangue, para dar mais energia às células.

A liberação do cortisol também ocorre neste processo, o que traz alguns outros impactos ao corpo, como aumento da gordura corporal, inibição do muco da parede gástrica e trazendo fadiga ao cérebro.

Relação entre medo e ansiedade

A ansiedade é algo muito próximo da preocupação. E preocupação nada mais é do que um aspecto do medo, um temor de que as coisas não saiam como nós gostaríamos. Todos esses componentes são necessários para a nossa evolução e sobrevivência; o que não pode ocorrer é um exagero de qualquer um deles.

O tempo prolongado de ansiedade (a chamada ansiedade crônica) aumenta o nível de tensão e o estresse interno e pode levar ao surgimento do medo específico ou até mesmo irreal.

Instinto básico de fugir ou lutar

A ansiedade é, basicamente, uma resposta do corpo vinda do sistema nervoso autônomo, que age independente do nosso pensamento racional, como um reflexo.

Ele tem a porção simpática, que tem reações de resposta ao estresse, preparando o corpo para fugir ou lutar em uma situação de perigo.

Isso ocorre com a liberação de adrenalina, que causa reações como:

  • Acelerar os batimentos cardíacos e contrair os vasos sanguíneos, para levar o sangue mais rapidamente
  • Dilatar os brônquios, para aumentar a respiração e o consumo de oxigênio
  • Diminuir a motilidade do intestino, para guardar energia para outras ações
  • Dilatar as pupilas, para melhorar a visão mesmo em pouca luz
  • Aumentar a liberação da glicose no sangue, para dar mais energia às células.

A liberação do cortisol também ocorre neste processo, o que traz alguns outros impactos ao corpo, como aumento da gordura corporal, inibição do muco da parede gástrica e trazendo fadiga ao cérebro.

Sintomas de Ansiedade

A ansiedade e seus transtornos podem causar sintomas tanto mentais quanto físicos, que atrapalham o dia a dia de diversas formas. Veja quais são os principais:

Sintomas psicológicos da ansiedade

  • Constante tensão ou nervosismo
  • Sensação de que algo ruim vai acontecer
  • Problemas de concentração
  • Medo constante
  • Descontrole sobre os pensamentos, principalmente dificuldade em esquecer o objeto de tensão
  • Preocupação exagerada em comparação com a realidade
  • Problemas para dormir
  • Irritabilidade
  • Agitação dos braços e pernas.

Sintomas físicos da ansiedade

  • Dor ou aperto no peito e aumento das batidas do coração
  • Respiração ofegante ou falta de ar
  • Aumento do suor
  • Tremores nas mãos ou outras partes do corpo
  • Sensação de fraqueza ou cansaço
  • Boca seca
  • Mãos e pés frios ou suados
  • Náusea
  • Tensão muscular
  • Dor de barriga ou diarreia.

Em alguns casos, os sintomas físicos são tão intensos que podem ser confundidos com doenças como infarto e outros eventos cardiovasculares.

Relação entre ansiedade e depressão

Muitas pessoas acreditam que ansiedade e depressão são quadros opostos como muita gente acredita, eles inclusive têm sintomas muito semelhantes, como:

Percebendo isso, dá para notar que elas podem ocorrer juntas.

Um estudo, que ficou conhecido como Kendell , mostrou que diagnóstico de depressão passa para a ansiedade em 2% dos casos, enquanto os casos de ansiedade se tornam depressão em 24%.

Uma explicação para isso é que os pensamentos negativos que o ansioso têm sobre si mesmo podem ser gatilhos para a depressão.

Além disso, grande parte das pessoas com transtornos de ansiedade evitam as situações que podem desencadear sintomas e, com isso, passam a viver de forma muito restrita, como não sair de casa sozinho, não participar de encontros e outros eventos sociais, ficar preocupado com tudo e acabar não fazendo nada, e por aí vai. Quanto mais a ansiedade abala a vida de uma pessoa, maior a chance de ela ficar deprimida.

Por fim, tanto a ansiedade quanto à depressão costumam estar ligadas a disfunção de neurotransmissores chamado monoaminas, que englobam a serotonina.

Causas

Não se sabe ao certo por que algumas pessoas são mais propensas à ansiedade descontrolada do que outras. Alguns dos fatores que podem estar envolvidos nisso são:

  • Genética, ou seja, histórico familiar de transtornos de ansiedade
  • Ambiente, por exemplo passar por algum evento traumático ou estressante
  • Mentalidade ou modelo de pensamento, ou seja, a forma como a pessoa estrutura seus pensamentos ou linhas de raciocínio e, consequentemente, encara as situações do dia a dia
  • Doenças físicas.

Entre as doenças físicas que podem estar relacionadas à ansiedade, encontramos:

  • Problemas cardiovasculares, como as arritmias cardíacas
  • Doenças hormonais, como hipertireoidismo ou o hiperadrenocorticismo (aumento de atividade da glândula adrenal)
  • Problemas respiratórios, como o DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica)
  • Dores crônicas
  • Abuso de drogas, álcool ou medicações como os benzodiazepínicos.

Até mesmo eventos como concussões, tumores cerebrais, excesso de cortisol pelo corpo e infecções por bactérias chamadas estreptococos podem se assemelhar à ansiedade.

Por isso é importante buscar um psiquiatra para que ele pesquise se não há causas físicas por trás de seu problema de ansiedade.

Fatores de risco

Algumas pessoas são mais propensas a terem distúrbios de ansiedade. Os principais fatores de risco são:

  • Eventos traumáticos na infância ou mesmo vida adulta
  • Estresse relacionado a doenças físicas sérias
  • Acúmulo de estresse
  • Tipo de personalidade, já que algumas pessoas tem uma personalidade naturalmente ansiosa, como os perfeccionistas e os controladores
  • Abuso de substâncias, como álcool, cigarro e drogas ilícitas.

 
Caso a ansiedade excessiva esteja relacionada a uma doença física, seu tratamento adequado já trará alívio dos sintomas.

No entanto, se o paciente sofre de algum transtornos de ansiedade, o tratamento pode envolver diversas abordagens:

Algumas abordagens são mais recomendadas, como:

Psicoterapia

A terapia com um psicólogo pode ajudar o paciente a entender os fatores do dia a dia que desencadeiam sua ansiedade, reduzir seus sintomas e trabalhar os eventos que o levaram a desenvolver este problema.

Psicanálise freudiana: O autoconhecimento é a chave desse tipo de psicanálise, baseada no pensamento de Freud. Ela foca o inconsciente e traz seus problemas para o consciente. Normalmente o profissional não faz um direcionamento, deixando com que a pessoa decida sobre o que quer falar. No caso da ansiedade, ela é interessante para entender as raízes dos pensamentos ansiosos.

Psicanálise junguiana: Ela leva em consideração o inconsciente, o que é reprimido e tratá-lo através de símbolos, imagens oníricas, usando os sonhos como método de análise”, diferencia a psicanalista Priscila. Também está mais ligada à busca pelo autoconhecimento e a recuperação da própria essência, mas também pode tratar depressão, ansiedade e encontrar a raiz desses problemas.

Psicanálise lacaniana: Nessa abordagem há associação livre de palavras e é através da linguagem que chegamos ao núcleo do ser.

Gestalt: É considerada uma terapia holística, justamente por levar em conta o todo das situações. Ela sempre examina o paciente as relações no que está em torno, o foco é trabalhar a pessoa no ambiente onde ela está, mas fazer com que ela se afaste da situação para ter a noção do todo. Essa análise é feita baseado na conversa, mas o profissional vai direcionando o diálogo e fazendo perguntas, pedindo descrições do papel de cada um nas situações e tecendo considerações.

Terapia cognitivo-comportamental: Mais conhecida como TCC, ela se foca em problemas específicos e na melhor forma de saná-los. Seu principal foco está na resolução de traumas, apesar de servir para outros tipos de problemas. Funciona bem com fobias e com o tratamento do TOC (11).Saiba mais: Conheça melhor os diferentes tipos de terapia antes de escolher a sua

Remédios para ansiedade

Diversos remédios podem ser usados para o tratamento da ansiedade, como:

Antidepressivos: o tratamento de escolha para os transtornos ansiosos é feito com certos grupos de antidepressivos, especialmente os que têm uma boa atuação em um neurotransmissor chamado serotonina. Eles são sugeridos para tratamento mais prolongados em razão do baixo risco de dependência e pela facilidade em serem retirados de forma lenta e gradual na fase final do tratamento.

Ansiolíticos: esses medicamentos agem de várias formas a depender do sistema de neurotransmissão que atuam. Os ansiolíticos tarja preta são usados na fase aguda da doença para alívio dos sintomas físicos da ansiedade, agem no sistema chamado GABA – que reduzem a hiperatividade cerebral a níveis adequados. Mas só funcionam com os sintomas, sem melhorar a causa.

Antipsicóticos: alguns antipsicóticos, como a quetiapina, podem ser usados como paliativos durante os períodos mais críticos dos quadros ansiosos. Entretanto, tal como os ansiolíticos, eles apenas aliviam sintomas, não tratando a causa.

Buscando ajuda médica

Como saber que minha ansiedade é um problema?

O ideal é procurar ajuda médica partir do momento em que o distúrbio de ansiedade produz algum tipo de desprazer ou sofrimento, interferindo negativamente na qualidade de vida. Muitas pessoas costumam ter dúvidas em relação à busca do profissional, que pode ser um psicólogo ou um psiquiatra. Vale dizer que se forem fatores do desenvolvimento da personalidade, traumas, crises a conduta mais adequada é procurar uma psicoterapia. Já se os fatores causais tiverem origem biológica, a chamada “ansiedade biológica”, o psiquiatra deve ser procurado.

A preocupação excessiva com pequenos problemas, irritação, humor explosivo e comportamento evitativo (a pessoa passa a evitar lugares cheios ou fechados, como shoppings, aviões, elevadores, etc.) são sinais claros de um transtorno ansioso.

A sensação de que o cérebro não desliga e mudanças de hábitos do dia a dia também são fatores importantes .

Sentir ansiedade é normal, mas quando ela passa a ser persistente e fora de seu controle, é bom marcar uma consulta médica com um psiquiatra. Principalmente se há:

  • Preocupação excessiva, a ponto de interferir no trabalho, relacionamentos e em outras partes de sua vida
  • Sintomas de depressão, de alcoolismo ou dependência química a drogas
  • Pensamentos ou comportamentos suicidas.

Preocupações derivadas da ansiedade e seus transtornos não desaparecem por conta própria – pelo contrário, elas só tendem a piorar. Por isso, tratamento e suporte médicos são imprescindíveis. Procurar ajuda médica antes da ansiedade se tornar um problema ainda maior também é crucial para evitar complicações.

Que especialista buscar?

Muitas pessoas costumam ter dúvidas em relação à busca do profissional, que pode ser um psicólogo ou um psiquiatra. Vale dizer que se forem fatores do desenvolvimento da personalidade, traumas, crises a conduta mais adequada é procurar uma psicoterapia. Já se os fatores causais tiverem origem biológica, a chamada “ansiedade biológica”, o psiquiatra deve ser procurado.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar a ansiedade são:

  • Clínico geral
  • Psiquiatra
  • Psicólogo.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quais são seus sintomas e o quão severos eles são?
  • Como estes sintomas impactam no seu dia a dia?
  • Você já teve um ataque de pânico?
  • Você costuma evitar situações que te deixam ansioso?
  • Seus sentimentos de ansiedade são ocasionais ou contínuos?
  • Quando você começou a notar que estava muito ansioso?
  • O que parece aumentar sua ansiedade?
  • Você já passou por alguma experiência traumática?
  • Você tem ou já teve outras condições de saúde física ou mental?
  • Você usa algum medicamento?
  • Você tem histórico familiar de ansiedade?

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar. Para ansiedade, algumas perguntas básicas incluem:

  • Qual é a causa mais provável para minha ansiedade?
  • Existem outros fatores que podem estar piorando minha ansiedade?
  • Eu preciso ver outro médico ou um psicólogo?
  • Que tipo de terapia pode me ajudar?
  • Medicamentos podem me ajudar?
  • Posso fazer algum tipo de terapia complementar?
  • Além do tratamento, o que posso fazer para ajudar a reduzir a ansiedade?

Não hesite em fazer outras perguntas, caso elas ocorram no momento da consulta.

Diagnóstico de Ansiedade

O profissional começará investigando se há alguma causa física para sua ansiedade excessiva. Enquanto isso, ele também terá uma conversa para fazer uma análise e entender que condições podem estar levando você a ter essa ansiedade exagerada.

Existem alguns “marcadores biológicos” que também podem estar ligados à ansiedade, como a dosagem de cortisol (um hormônio importante no estresse), alterações de glicemia ou dos hormônios sexuais, entre outros.

Caso o médico não identifique causas físicas, ele pode comparar seus sintomas com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5) para entender qual é seu quadro (2).

Exames

Para excluir a possibilidade de doenças físicas, podem ser pedidos exames como:

Exames de sangue; Exames da tireoide; Exame físico durante a consulta.

Somente um médico pode dizer qual o remédio mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do remédio sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Tratamentos naturais para a ansiedade

Pacientes já diagnosticados com um transtorno, como o transtorno de ansiedade generalizada (TAG) ou a síndrome do pânico devem ter mudanças no seu estilo de vida que podem agir como remédios também, reduzindo a ansiedade. O psiquiatra Leonardo Maranhão indica algumas:

Controle da jornada de trabalho: “adultos até 50 anos não devem devem trabalhar mais de 40 horas semanais e, acima dessa idade, é recomendado que a jornada seja reduzida para cerca de 25 horas”, explica o psiquiatra Maranhão.

Investir em momentos de lazer: Ter momentos que fujam do estresse, como passeios no parque, interação com animais de estimação e viagens são importantes para ter mais qualidade de vida e reduzir a ansiedade.

Prática de atividade física: de acordo com o psiquiatra, é preciso fazer um exercício aeróbico pelo menos três vezes da semana para que haja efeito significativo na redução da ansiedade. A psicóloga Adriana de Araújo ressalta o efeito relaxante dessas atividades, principalmente ao mexerem com a respiração. “Dar um novo foco para o corpo e a mente nos possibilita desenvolver novas formas de relaxamento e serenidade”, pondera a especialista.

Dieta mais natural: Incluir alimentos mais naturais, como frutas, verduras e cereais, ajuda não só a reduzir o número de aditivos químicos no prato. Além disso, os alimentos possuem nutrientes que podem atuar diretamente nos neurotransmissores do cérebro, substâncias que podem desencadear o bem-estar ou a ansiedade.

Ansiedade tem cura?

A maior parte das pessoas com ansiedade começa a se sentir melhor e retoma as suas atividades depois de algumas semanas de tratamento. Por isso, é importante procurar ajuda especializada na unidade de saúde mais próxima. O diagnóstico precoce e preciso da ansiedade, com tratamento eficaz e acompanhamento por um prazo longo são imprescindíveis para obter melhores resultados e menores prejuízos.

Complicações possíveis

Pessoas ansiosas há muito tempo e sem tratamento podem ter uma série de problemas físicos como:

  • Dificuldades de memória, devido à liberação excessiva de adrenalina e cortisol
  • Hipertensão: também devido ao excesso de adrenalina, que ao aumento da frequência cardíaca
  • Diabetes: como a ansiedade vem do instinto de fugir ou lutar
  • Gastrite nervosa: a ansiedade pode causar modificações no suco gástrico, aumentando sua liberação, o que pode trazer sintomas semelhantes à gastrite
  • Dores no corpo: com o impulso de fugir ou lutar, os músculos do corpo ficam mais tensos, podendo intensificar dores nas costas, pernas e ombros, além de pequenos tiques nervosos .

A ansiedade excessiva não tratada pode levar a outros problemas de saúde, como:

Convivendo/ Prognóstico

Além de seguir o tratamento à risca, alguns cuidados caseiros podem ajudar na recuperação de quem sofre de ansiedade excessiva. Veja alguns abaixo:

15 dicas práticas para controlar a ansiedade

  • Pratique atividades físicas
  • Reduza seu estresse diário
  • Experimente controlar a respiração
  • Evite pensamentos negativos
  • Invista em alimentos com triptofano
  • Tome um chá
  • Mantenha foco de atenção no presente
  • Seja mais organizado
  • Esteja com quem você ama
  • Dedique tempo para se cuidar
  • Cuide dos seus pensamentos para sorrir mais
  • Confie mais em si mesmo
  • Desenvolva congruência
  • Fortaleça o autoconhecimento
  • Cuide bem do seu momento antes de dormir.

Alimentos que reduzem a ansiedade

Frutas cítricas: a vitamina C, presente nas frutas cítricas, diminui a secreção de cortisol, hormônio liberado pela glândula em resposta ao estresse

Leite, ovos e derivados magros: ótimas fontes de um tipo de aminoácido, o triptofano, que alivia os sintomas de ansiedade.

Carboidratos: o nutriente eleva o nível de açúcar no sangue, dando energia, bem-estar e disposição.

Banana: tem alto teor de triptofano qua a fruta carrega, ajudando na produção de serotonina.

Carnes e peixes: eles são a melhor fonte natural de triptofano, aminoácido que em conjunto com a vitamina B3 e o magnésio produzem serotonina. Além disso, contêm outro aminoácido chamado taurina, que disponibilidade de um neurotransmissor chamado GABA, que o organismo usa para controlar fisiologicamente a ansiedade.

Chocolate: é rico em flavonoides, um tipo de antioxidante que favorece a produção de serotonina.

Espinafre: contém folato (ácido fólico), que é uma potente vitamina antidepressiva natural, pois quando está em baixas concentrações no organismo também diminui os níveis cerebrais de serotonina (14).

O que fazer durante uma crise de ansiedade?

É muito importante não tentar lutar contra o pânico, pois este não é um mecanismo consciente, ele é decorrente de mecanismos automáticos cerebrais localizados em regiões automáticas ou não conscientes. Faz parte de um complexo sistema de defesa do organismo.

A pessoa pode tomar algumas ações:

  • Recorrer a técnicas de relaxamento, como meditação ou preces, por exemplo
  • Usar qualquer técnica de distração como uma conversa suave, música suave, palavras que acalmem, massagem em regiões do corpo que produzem relaxamento
  • Controlar da respiração.

Fonte:MinhaVida.

A composição dos alimentos: O que são carboidratos, lipídios e proteínas?

Carboidratos, lipídios e proteínas são macronutrientes presentes nos alimentos para o fornecimento de calorias/energia. A energia é utilizada para as funções vitais do organismo: respiração, circulação, síntese proteica, renovação celular e trabalho físico.

Carboidratos

Componentes de 50 a 60 % da dieta, os carboidratos fornecem energia (cérebro é um órgão totalmente dependente de glicose) e melhoram a recuperação muscular pós atividade. Cada 1g fornece 4 Kcal às células do corpo. Estão presentes nos pães, hortaliças A (folhas)/B (legumes) e C (batata, aipim, inhame), cereais, macarrão, frutas, leguminosas.

Lipídios 


– Componentes de 20 a 30 % da dieta, a maior fonte de energia para o corpo. Cada 1g fornece 9 Kcal. Ajudam na absorção de vitaminas lipossolúveis A, D, E e K

Podem ser divididos em:

Gorduras boas
– ácidos graxos monoinsaturados: azeite de oliva, óleo de canola, óleo de gergelim, nozes, abacate, castanha do Pará;
– ácidos graxos poliinsaturados Ômega 3: semente de linhaça, arenque, óleo de bacalhau, atum, salmão, sardinha, cavalinha, espinafre, couve e rúcula;
– ácidos graxos Ômega 6: óleo de soja, milho, girassol e algodão.

Gorduras ruins
– ácidos graxos saturados: manteiga, leite integral, bacon, azeite de dendê, carne de boi gorda, toucinho, óleo de coco
– Gordura trans: margarinas sólidas, nuggets, biscoitos recheados, empanados, produtos de panificação (folheados, croissants), congelados industrializados.

Proteínas 


– Constituem de 15 a 20 % da dieta. Maiores componentes estruturais das células do corpo humano. As proteínas são importantes para a construção e manutenção dos tecidos, formação de enzimas, hormônios, anticorpos e fornecimento de energia. Cada 1g fornece 4 Kcal. Estão presentes em: carnes, aves, peixes, ovos, leite, queijos, iogurtes, soja, leguminosas (feijão, lentilha, ervilha, grão de bico) e embutidos/frios.

Fonte:Eu atleta (globoesporte)

Tabela de Calorias dos Alimentos Mais Servidos em Nossa Mesa:

Alimento  Quantidade  CaloriasF
Cafés, chás e sucos
Água de coco verde 1 copo de 240 ml 62
Café com açúcar 1 xícara de 50 ml 33
Café sem açúcar 1 xícara de 40 ml 3
Caldo de cana 1 copo de 240 ml 202
Suco de abacaxi natural 1 copo de 240 ml 100
Suco de acerola natural 1 copo de 240 ml 36
Suco de maçã natural 1 copo de 240 ml 154
Suco de manga natural 1 copo de 240 ml 109
Suco de melão natural 1 copo de 240 ml 60
Suco de milho verde natural 1 copo de 240 ml 271
Suco de morango natural 1 copo de 240 ml 39
Suco de pêssego natural 1 copo de 240 ml 77
Suco de tomate fresco 1 copo de 240 ml 27
Bebidas alcoólicas
Aguardente ½ copo – 120 ml 277
Cerveja  1 lata de 350 ml 147
Cerveja light 1 lata de 360 ml 148
Champanhe  1 taça de 125 ml 85
Chope 1 tulipa de 300 ml 180
Uísque  1 dose de 100 ml 240
Vinho branco doce 1 taça de 125 ml 178
Vinho branco seco 1 taça de 125 ml 107
Vinho Rosé 1 taça de 125 ml 93
Vinho tinto seco 1 taça de 125 ml 107
Vodka  1 cálice de 20 ml 48
Refrigerantes e energéticos
Coca-Cola 1 lata de 350 ml 137
Coca-Cola Light 1 lata de 350  1,5
Fanta  1 lata de 350 ml 189
Fanta Diet 1 lata de 350 ml 15
Gatorate – todos os sabores 1 frasco de 473 ml 109
Guaraná 1 copo de 240 ml 75
Guaraná diet 1 lata de 350 ml 4
Sport Drink limão 2 colheres de sopa (20g) 51
Sprite 1 lata de 350 ml 115
Sprite diet limão 1 lata de 350 ml 5
Carnes
Alcatra assada 2 fatias (150g) 301
Alcatra frita 2 fatias (100g) 235
Almôndega caseira de carne 1 unidade (30g) 61
Almôndega de frango 1 unidade (25g) 54
Almôndega de peru 1 unidade (25g) 46
Antecoxa de frango assada  2 unidades (100g) 109
Baby beef 1 unidade (100g) 120
Bacon fatiado 1 fatia (10g) 54
Bacon frito 2 cubos (30g) 198
Bisteca de porco 1 unidade (100g) 337
Costeleta de porco 2 unidades (100g) 483
Coxa de frango 1 unidade (100g) 144
Coxa de frango assada c/pele 1 unidade (100g) 110
Coxa de frango assada s/pele 1 unidade (100g) 98
Coxa de frango cozida 1 unidade (100g) 120
Cupim 2 fatias (150g) 375
Fígado de boi frito 1 fatia (100g) 210
Fígado de galinha 1 colher de sopa (25g) 35
Filé de frango  2 filés (100g) 101
Filé mignon 1 fatia (100g) 140
Hamburger bovina 1 unidade (56g) 116
Hamburger calabresa 1 unidade (56g) 149
Hamburger de chester 1 unidade (56g) 105
Hamburger de frango 1 unidade (96g) 179
Lagarto de boi assado 3 fatias (100g) 170
Leitão 2 pedaços (170g) 308
Língua de boi cozida 2 pedaços (100g) 287
Lombo assado 1 fatia (100g) 272
Maminha 1 fatia (100g) 141
Miolo de coxão mole 1 filé (100g) 120
Moela de galinha 1 pires (100g) 78
Músculo cozido 3 pedaços (100g) 180
Patinho de boi assado 3 fatias (100g) 200
Peito de frango s/pele 1 filé (100g) 100
Pernil de porco assado 1 fatias (100g) 196
Perú 2 filés (100g) 155
Picanha 1 fatia (100g) 287
1 unidade (200g) 128
Rabo de porco salgado 3 unidades (100g) 426
Rosbife 1 fatia (50g) 83
Tender 4 fatias (100g) 210
Embutidos
Apresuntado 1 fatia (15g) 22
Blanquet de peru 1 fatia (10g) 13
Copa fatiada maturada 1 fatia (6g) 22
Lingüiça calabresa 1 porção (100g) 300
Lingüiça de frango 1 porção (100g) 166
Lingüiça de peru defumada 1 porção (100g) 148
Lingüiça toscana 1 porção (100g) 255
Lombo canadense 1 fatia (15g) 21
Lombo defumado 1 fatia (15g) 29
Morcela 1 porção (100g) 258
Mortadela 1 fatia fina (15g) 41
Mortadela de frango 1 fatia fina (15g) 20
Paio 1 unidade (100g) 314
Peito de peru defumado 1 fatia (15g) 14
Presunto cozido 1 fatia (15g) 18
Presunto cru 1 fatia (15g) 54
Salame italiano 1 fatia pequena (2,5g) 10
Salaminho 1 fatia pequena (2,5g) 10
Salsinha 1 unidade (40g) 120
Salsicha light de chester 1 unidade (40g) 64
Salsicha Hot Dog 1 unidade (50g) 115
Salsichão 1 fatia (10g) 30
Peixes e frutos do mar
Anchova cozida 1 filé (100g) 118
Anchova à milanesa 1 filé (100g) 210
Atum cru 1 posta (100g) 146
Bacalhau cozido 1 porção (100g) 100
Cação cozido 1 posta (100g) 129
Camarão cozido 1 porção (100g) 82
Camarão frito 1 porção (100g) 310
Casquinha de Caranguejo 1 unidade 250
Casquinha de Siri 1 unidade (200g) 413
Caviar 1 colher de chá (10g) 24
Dourado 1 posta (100g) 88
Haddock cozido 1 filé (100g) 100
Kani-Kama 1 stick (16g) 13
Lagosta cozida s/ molho 1 unidade (200g) 196
Linguado assado ou grelhado 1 filé (100g) 90
Lula cozida 1 pires de chá (100g) 93
Lula frita empanada 1 pires de chá (100g) 373
Mariscos cozidos 1 xícara de chá (100g) 96
Mexilhão cozido ½ xícara de chá (100g) 79
Namorado cozido 1 filé (100g) 122
Ostras 3 unidades (100g) 81
Ovas de peixe cruas 1 porção (100g) 125
Pescada cozida 1 filé (100g) 97
Pintado grelhado 1 posta (200g) 208
Polvo cru 1 xícara de chá (100g) 64
Robalo 1 posta (100g) 72
Salmão assado ou grelhado 1 posta (100g) 292
Salmão cru 1 filé (100g) 211
Sardinha grelhada 1 unidade (33g) 97
Sardinha em óleo comestível 4 unidades (100g) 174
Sardinha em conserva com azeite 3 unidades (100g) 298
Tainha Cozida 1 posta (100g) 204
Truta assada ou grelhada 1 unidade (200g) 378
Biscoitos e bolachas
Água e sal 1 unidade 32
Biscoito de manteiga 1 porção (100g) 500
Biscoito integral de trigo 1 unidade (15g) 28
Champanhe 1 unidade 40
Cream Cracker 1 unidade 31
Leite 1 unidade 24
Maisena 1 unidade 20
Maria 1 unidade 25
Palitinhos salgados 100g 383
Passatempo alpino 1 unidade 76
Recheado chocolate 1 unidade 72
Recheado morango 1 unidade 73
Salclic aperitivo 1 unidade 11
Waffer chocolate 1 unidade 41
Balas
Caramelo ao leite 1 unidade 21
Goma média 1 unidade 18
Halls 1 unidade 19
Halls diet 1 unidade 8
Jujuba 1 unidade 5
Bolos
Ana Maria Pullman 1 unidade (50g) 130
Bolo de cenoura caseiro 1 fatia (50g) 135
Bolo de cenoura com cobertura de chocolate 1 fatia (50g) 371
Bolo de chocolate 1 fatia (50g) 171
Bolo de fubá caseiro 1 fatia (50g) 310
Bolo de Laranja 1 fatia (50g) 173
Bolo pão-de-ló 1 fatia (50g) 268
Bolo de coco 1 fatia (50g) 186
Chocolates
Aerado ao leite 1 unidade (30g) 167
Alfajor chocolate 1 unidade (50g) 190
Alpino Bombom chocolate ao leite 1 unidade (13g) 71
Chocolate meio-amargo 1 unidade (200g) 1074
Ao leite 1 unidade (200g) 1044
Baton 1 unidade (16g) 66
Bis 1 unidade (7,5g) 39
Chocolate em pó solúvel 1 colher de sopa (6g) 22
Diamante Negro 1 unidade (30g) 156
Diplomata 1 unidade (11g) 60
Chocolate Branco 1 unidade (30g) 170
Ouro Branco 1 unidade (21,5g) 114
Sulflair 1 unidade (50g) 271
Trufas 1 unidade (20g) 89
Doces
Amendoim c/ chocolate 1 colher de sopa (40g) 140
Apfelstrudell 1 fatia (100g) 296
Arroz-doce 1 porção (100g) 164
Baba-de-moça 1 taça (150g) 615
Banana Caramelada 1 unidade 140
Bananada 2 unidades (100g) 254
Banana passa 1 unidade (15g) 28
Bomba de chocolate 1 unidade (80g) 187
Bomba de chocolate c/ cobertura de chocolate 1 grande 296
Bombocado 1 unidade (30g) 91
Brigadeiro 1 unidade (30g) 96
Cajuzinho 1 unidade (12g) 102
Calda de caramelo 1 colher de sopa (20g) 55
Calda de chocolate com leite 1 colher de sopa (20g) 109
Canjica 1 xícara de chá (200g) 226
Chantibon 1 colher de sopa (15g) 67
Claybon Amendocrem 1 colher de sopa (20g) 123
Cobertura de caramelo 1 colher de sopa (15g) 156
Cobertura de cereja 1 colher de sopa (15g) 147
Cobertura de chocolate 1 colher de sopa (15g) 128
Cobertura de marshmellow 1 colher de sopa (15g) 50
Cocada Branca 1 unidade 55
Creme de amendoim 1 colher de sobremesa (15g) 88
Creme de marshmellow 1 colher de sopa (15g) 158
Doce de Banana mole 1 colher de sopa (20g) 46
Doce de leite 1 fatia (50g) 158
Folheado com creme 1 fatia (50g) 704
Framboesa em calda 1 colher de sopa (25g) 29
Geléia de goiaba 1 colher de sobremesa (15g) 30
Geléia de morango 1 colher de sobremesa (15g) 39
Geléia de mocotó 1 colher de sopa (20g) 36
Marmelada 1 fatia (100g) 264
Marrom glacê 1 fatia (100g) 270
Mel com própolis 1 colher de sopa (20g) 65
Mel de abelhas 1 colher de sopa (20g) 62
Mousse de chocolate 1 taça (150g) 333
Paçoca 1 unidade (30g) 114
Pamonha 1 unidade 135
Papo-de-anjo 1 unidade 150
Pastel de Santa Clara 1 unidade (80g) 143
Pavê 1 fatia (100g) 200
Pé-de-moleque 1 unidade (20g) 46
Pêssego em calda 1 unidade (100g) 81
Pudim de arroz caseiro 1 porção (100g) 230
Quindim caseiro 1 unidade (80g) 314
Rabanada 3 fatias (100g) 445
Rapadura 1 pedaço (50g) 84
Sonho 1 unidade (85g) 573
Suspiro pequeno 1 unidade (10g) 37
Gelatinas
Abacaxi 1 porção (100g) 68
Cereja 1 porção (100g) 68
Framboesa 1 porção (145g) 68
Limão 1 porção (100g) 68
Morango 1 porção (100g) 68
Uva 1 porção (100g) 68
Sorvetes
Ao leite coco 1 unidade 94
Ao leite morango 1 unidade 123
Banana Split 1 taça 843
Colegial 1 taça 482
Milk-Shake Baunilha 1 copo (290ml) 336
Milk-Shake Chocolate 1 copo (300ml) 380
Sorvete de massa chocolate creme morango e coco 1 bola (40g) 75
Sorvete de massa de limão 1 bola (40g) 62
Sundae 1 taça 616
Adoçantes e condimentos
Açúcar branco refinado 1 colher de chá (10g) 40
Açúcar Mascavo 1 colher de chá (10g) 36
Alcaparra sem azeitona 1 colher de chá (6g) 2
Alho 1 dente 7
Caldo de carne 1 tablete (12g) 33
Caldo de galinha 1 tablete (12g) 35
Cebola crua 1 colher de sopa (20g) 6
Cheiro verde 1 maço 4
Curry 1 colher de café (6g) 23
Erva-doce 1 colher de chá (6g) 1
Extrato de tomate 1 colher de sopa (20g) 14
Ketchup 1 colher de sopa (15g) 20
Leite de coco ½ copo (120ml) 132
Molho de pimenta vermelha 1 colher de chá (6g) 2
Molho Inglês 1 colher de sopa (15g) 5
Mostarda 1 colher de chá (10g) 8
Páprica 1 colher de chá (6g) 20
Pimenta-do-reino 1 colher de chá (6g) 1
Sal branco refinado 1 colher de chá (6g) 0
Shoyu 1 colher de sopa (15g) 6
Vinagre 1 colher de sopa (15g) 3
Cremes e molhos
Branco 1 colher de sopa (20g) 28
Chutney de manga 1 colher de sopa (20g) 82
Maionese 1 colher de sopa (20g) 141
Molho agridoce 1 colher de sopa (20g) 31
Molho de iogurte 1 colher de sopa (15g) 21
Molho roquefort 1 colher de sopa (15g) 78
Molho rose 1 colher de sopa (15g) 135
Molho de tomate caseiro 1 colher de sopa (15g) 10
Molho tártaro 1 colher de sopa (15g) 64
Gorduras e óleos
Azeite-de-dendê 1 colher de sopa (10g) 89
Azeite de oliva 1 colher de sopa (10g) 90
Banha de galinha 1 colher de sopa (20g) 126
Banha de porco industrializada 1 colher de sopa (20g) 180
Gordura vegetal hidrogenada 1 colher de sopa (20g) 180
Manteiga com sal 1 colher de sopa (10g) 77
Margarina 1 colher de chá (10g) 74
Óleo de algodão 1 colher de sopa (10g) 90
Óleo de amendoim 1 colher de sopa (10g) 90
Óleo de canola 1 colher de sopa (10g) 90
Óleo de fígado de bacalhau 1 colher de sopa (13g) 130
Óleo de gergelim 1 colher de sopa (10g) 90
Óleo de girassol 1 colher de sopa (10g) 90
Óleo de milho 1 colher de sopa (10g) 90
Óleo de peixe 1 colher de sopa (10g) 90
Óleo de soja 1 colher de sopa (10g) 90
Frutas frescas e secas
Abacate 1 porção (100g) 177
Abacaxi 1 fatia (80g) 50
Acerola 1 unidade (12g) 4
Banana-da-terra 1 unidade (100g) 117
Banana-maçã 1 unidade (65g) 72
Banana-nanica 1 unidade (90g) 87
Banana-prata crua 1 unidade (65g) 55
Caju 1 unidade (100g) 37
Cana-de-açúcar 1 gomo (100g) 64
Caqui chocolate 1 unidade (100g) 74
Castanha de caju picada 1 xícara de chá (150g) 835
Cereja 1 porção (100g) 97
Coco ralado fresco 1 colher de sopa (20g) 50
Figo maduro 1 unidade (50g) 68
Framboesa 1 colher de sopa (20g) 12
Goiaba vermelha 1 unidade (100g) 43
Graviola 1 unidade (100g) 60
Guaraná 100g 69
Kiwi 1 unidade 46
Laranja 1 unidade 46
Limão 1 unidade 12
Maçã verde 1 unidade (130g) 79
Maçã vermelha 1 unidade (130g) 85
Mamão maduro 1 fatia (100g) 36
Manga 1 unidade (350g) 230
Maracujá comum (polpa) 1 unidade (50g) 28
Melancia 1 fatia (100g) 24
Melão 1 fatia (70g) 19
Morango 9 unidades (100g) 43
Nozes 1 unidade (10g) 71
Pêra crua 1 unidade (110g) 68
Pêra seca 1 xícara de chá (150g) 144
Pêssego 1 unidade (150g) 63
Tangerina 1 unidade (100g) 50
Uva branca nacional 1 cacho pequeno 130
Uva passa 1 colher de sopa (18g) 54
Iogurtes
Agite morango Danone 1 copo (200ml) 90
Coalhada 1 colher de sopa (20g) 52
Batavo c/ mel 1 unidade 210
Corpus Diet morango 1 unidade 74
Danette 1 unidade 75
Danoninho morango 1 pote (65g) 71
Dan’up 1 unidade 170
Iogurte batido com açúcar e mel 1 copo (200ml) 180
Iogurte desnatado light Batavo 1 copo (200ml) 88
Iogurte natural batido Vigor 1 unidade (200ml) 176
Iogurte natural batido light Vigor 1 unidade (200ml) 78
Iogurte natural Paulista 1 unidade 89
Iogurte natural light Paulista 1 unidade 57
Neston c/ cereal e frutas 1 unidade 202
Parmalat natural desnatado 1 unidade 88
Shake morango Nestlé 1 pote 400g 376
Leites
Achocolatado Leco 1 copo (200ml) 194
Chocolate pronto Glória 1 unidade 204
Creme de leite 1 colher de sopa (15g) 37
Leite com chocolate 1 xícara (200ml) 222
Leite condensado 1 colher de sopa (20g) 65
Leite de búfala 1 copo (240ml) 253
Leite de cabra 1 copo (240ml) 220
Leite de soja 1 copo (240ml) 120
Leite em pó desnatado 2 colheres de sopa (40g) 73
Leite em pó integral 1 colher de sopa (20g) 99
Leite integral 1 copo (240ml) 150
Leite longa vida c/ ferro 1 copo (240ml) 146
Leite semidesnatado 1 copo (240ml) 115
Queijos
Brie 1 fatia (30g) 110
Camembert 1 unidade (50g) 136
Catupiry 1 colher de sopa (20g) 49
Cheddar americano 1 fatia (30g) 107
Cottage Lacreme 2 colheres de sopa (30g) 55
Cream cheese light Danúbio 1 colher de sopa (20g) 38
Cream cheese tradicional Alouette 1 colher de sopa (20g) 70
Edam 1 fatia (30g) 92
Ementhal 1 fatia (30g) 85
Estepe 1 fatia (30g) 52
Gorgonzola 1 porção (30g) 119
Gouda Luna 1 fatia (30g) 107
Gruyère francês 1 porção (25g) 93
Mussarela 1 fatia (15g) 47
Palmira 1 fatia (30g) 114
Parmesão 1 fatia (30g) 121
Pecorino 1 fatia (35g) 128
Petit-Suisse 1 unidade (25g) 45
Polenguinho 1 unidade 57
Prato 1 fatia (15g) 53
Provolone 1 fatia (15g) 51
Queijo-de-minas 1 fatia (30g) 112
Queijo-de-minas semicurado 1 fatia (30g) 90
Queijo-do-reino 1 fatia (30g) 155
Ricota de leite integral 1 fatia (30g) 54
Requeijão cremoso Nestlé 1 colher de sopa (20g) 54
Requeijão cremoso light Nestlé 1 colher de sopa (20g) 36
Roquefort 1 porção (25g) 100
Suíço 1 fatia (30g) 121
Tofú (queijo de soja) 1 porção (50g) 68
Ovos
Omelete 1 porção (100g) 170
Ovo de codorna 1 unidade 33
Ovo de galinha cozido 1 unidade 78
Ovo de galinha frito 1 unidade 108
Ovo mexido 1 porção (100g) 195
Legumes, verduras e grãos
Abóbora 1 porção (100g) 40
Agrião 1 porção (100g) 28
Aipim frito 1 pires de chá (100g) 353
Alface 2 folhas (20g) 4
Amendoim 1 porção (100g) 549
Arroz branco cozido 1 colher de sopa (25g) 41
Arroz integral cozido 1 colher de sopa (20g) 22
Aspargo cozido 2 talos (20g) 4
Azeitona preta 1 unidade (3g) 4
Azeitona verde 1 unidade (4g) 5
Batata-doce assada 1 unidade (100g) 143
Batata-doce frita 1 unidade (100g) 383
Batata palha frita 1 porção (70g) 220
Berinjela 1 unidade (250g) 489
Beterraba 1 pequena (125g) 55
Brócolis 1 pires de chá (80g) 23
Cebola 1 unidade (70g) 32
Cebola cozida 1 unidade (100g) 54
Cenoura 1 unidade (100g) 45
Cenoura cozida 1 unidade (100g) 54
Couve-flor cozida 1 porção (100g) 41
Ervilha em conserva 1 colher de sopa (20g) 19
Escarola 2 folhas (20g) 7
Espinafre 1 pires de chá (100g) 38
Feijão-branco cozido 1 colher de sopa (20g) 24
Feijão cozido e desidratado 1 colher de sopa (20g) 78
Feijão-preto cozido 1 colher de sopa (20g) 14
Mandioca frita 1 pires de chá (100g) 352
Palmito cru 1 pires de chá (100g) 26
Palmito em conserva 1 unidade (100g) 22
Pepino cru com casca 1 unidade (150g) 21
Pepino cru sem casca 1 unidade (150g) 5
Repolho 1 porção (100g) 33
Repolho cozido 1 porção (100g) 13
Tomate cozido 1 unidade (100g) 18
Tomate maduro 1 unidade (100g) 20
Vagem cozida 1 porção (100g) 52
Pães
Baguete 1 fatia grossa 70
Baguete com gergelim 1 fatia grossa 82
Bisnaguinha 1 unidade 45
Brioche 1 unidade 210
Broa de milho 1 unidade 150
Croissant 1 unidade (60g) 247
Panetone 1 fatia (100g) 283
Pão de batata-inglesa 1 unidade (30g) 90
Pão de cará 1 unidade (50g) 140
Pão de centeio integral 1 fatia 58
Pão francês 1 unidade (50g) 135
Pão de fôrma tradicional 1 fatia 74
Pão de hambúrguer 1 unidade (100g) 278
Pão de hot-dog 1 unidade (100g) 286
Pão de mel c/ cobertura de chocolate 1 unidade (20g) 91
Pão de queijo 1 unidade (20g) 68
Pão integral de trigo 1 fatia(100g) 261
Pão sírio integral 1 unidade (50g) 147
Massas e pizzas
Canelone de presunto e queijo à bolonhesa 2 unidades (150g) 552
Capelete de carne 1 xícara de chá (100g) 278
Capelete de frango 1 xícara de chá (100g) 279
Espaguete comum cozido 1 prato (160g) 233
Espaguete ao sugo 1 prato (160g) 163
Lasanha 1 porção (100g) 139
Macarrão à carbonara 1 prato (100g) 362
Macarrão integral cozido 1 prato (160g) 195
Macarrão com molho de tomate e queijo 1 xícara de chá (100g) 104
Macarrão cozido 1 xícara de chá (100g) 154
Macarronada 1 prato 289
Nhoque s/ molho 1 prato (160g) 227
Pizza alho e óleo 1 fatia (140g) 276
Pizza de calabresa 1 fatia (140g) 412
Pizza de catupiry com tomate 1 fatia (140g) 324
Pizza de champignon c/ mussarela 1 fatia (140g) 249
Pizza de escarola c/ mussarela 1 fatia (140g) 246
Pizza de frango com catupiry 1 fatia (140g) 305
Pizza de mussarela 1 fatia (140g) 304
Pizza margherita 1 fatia (140g) 275
Pizza portuguesa 1 fatia (140g) 396
Pizza quatro queijos 1 fatia (140g) 432
Cereais, farinhas e complementos
Aveia em flocos 1 colher de sopa (15g) 50
Corn Flakes 1 prato (110g) 217
Farinha de amendoim 1 colher de sopa (15g) 56
Farinha de arroz 1 colher de sopa (15g) 53
Farinha de aveia-crua 1 colher de sopa (15g) 57
Farinha de batata-doce 1 colher de sopa (15g) 52
Farinha de batata-inglesa 1 colher de sopa (15g) 53
Farinha de fubá de milho 1 colher de sopa (20g) 69
Farinha de mandioca 1 colher de sopa (15g) 54
Farinha de milho integral 1 colher de sopa (15g) 30
Farinha de rosca 1 colher de sopa (15g) 54
Farinha de trigo 1 colher de sopa (15g) 54
Granola com castanhas 1 xícara de chá (60g) 300
Grão de aveia cru 1 colher de sopa (15g) 48
Germe de trigo 1 colher de sopa (15g) 55
Maisena 1 colher de sopa (15g) 52
Malte em pó 1 colher de sopa (15g) 56
Pratos caseiros e produtos industrializados
Arroz com feijão 2 colheres de sopa (40g) 75
Arroz-de-carreteiro 1 colher de sopa (20g) 56
Bife à parmegiana 1 bife 485
Carne de panela 1 bife (100g) 230
Creme de milho c/ leite e maisena 1 colher de sopa (20g) 72
Empadão de frango 1 fatia (100g) 359
Estrogonofe 1 concha 332
Farofa 1 colher de sopa (20g) 169
Feijoada 1 concha 273
Frango xadrez 1 porção 180
Leitão a pururuca 1 porção 966
Moqueca de peixe 1 concha 325
Panqueca 1 unidade (30g) 60
Pimentão assado com carne 1 unidade (200g) 298
Rabada 1 porção 389
Ratatoille 1 colher de sopa (20g) 38
Risoto caseiro 1 colher de sopa (20g) 52
Salada de batata 1 xícara de chá (100g) 147
Sashimi c/ atum namorado, linguado e nabo 1 porção 363
Tabule 1 colher de sopa (20g) 52
Torta de camarão 1 fatia (100g) 310
Vatapá 1 concha 227
Sanduíches
Beirute 1 unidade 510
Cachorro-quente com maionese e molho vinagrete 1 unidade 624
Cachorro-quente com ketchup 1 unidade 314
Cachorro-quente com mostarda 1 unidade 330
Cachorro-quente com ketchup e mostarda 1 unidade 342
Cheeseburguer 1 unidade 305
Cheese salada com maionese 1 unidade 738
Hambúrguer 1 unidade 296
Misto quente 1 unidade 283
Sanduíche de lingüiça 1 unidade 370
Sanduíche de peito de peru 1 unidade 220
Sanduíche de queijo quente 1 unidade 340
Sanduíche de salada de atum 1 unidade 417

Fonte:Unesp